29 de novembro de 2011

Lixo - Reutilizar o plástico


O plástico demora centenas de anos a ser degradado e pode provocar a morte de seres vivos, além de se acumular em enormes ilhas nos oceanos.


Ajude a reduzir a quantidade de plástico circulante, recusando embalagens desnecessárias e reutilizando as embalagens e sacos plásticos que já tem na sua posse.


Aqui ficam alguns exemplos de reutilização criativa: 


criar uma horta vertical com garrafas vazias


utilizar os garrafões vazios como mini-estufas











fazer carteiras
- fazer cortinas


construir uma casinha inteira


montar uma árvore de Natal

A sua imaginação é o limite!

4 comentários:

  1. Ideias giríssimas, Sónia!

    Eu ando a juntar garrafas e garrafões vazios que outros usaram (pois eu não uso) para servirem de bordadura à horta que andamos a preparar (eu e irmãos): vamos cortá-las, furá-las, deitar terra, e plantar ou semear aromáticas e flores auxiliares de agricultura biológica, e colocar à volta da horta. Ou seja,servem um pouco como vasos,para aquelas espécies que vão ser transplantadas ou para conter aquelas que "alastram" muito.

    ResponderEliminar
  2. Belissimas ideias! Sabe, Sonia, já há muitos anos que no Brasil ( lá em algumas cidades a reciclagem ainda está muito atrasada) se vê a utilização das garrafas de plástico nos enfeites de Natal das cidades; nas rotundas, em praças, há muito vi lindíssimas árvores e pais Natal feitos com essas garrafas. Pena que aqui as autarquias ainda não se tenham preocupado em dar o exemplo utilizando essas embalagens para ornamentar rotundas e praças. Ficam lindíssimas, usando a imaginação. Adorei as cortinas. Pena também que os artesãos aqui de Famalicão que são muitos, ainda não se tenham lembrado de usar estes materiais para trabalhos. Conheço duas artesãs e não as vi fazerm isso. Quem sabe um dia não ganho coragem e lhes falo!!! Beijinhos e parabéns pelas dicas
    Emília

    ResponderEliminar
  3. Boa ideia Manuela.
    Se quiseres proteger as ervas pequenas dos caracóis, podes cortar o gargalo dum garrafão e colocá-lo a envolver a planta, como na foto da mini-estufa - não faz efeito estufa porque está aberto e os caracóis não conseguem descer porque a borda é muito fina (grossura do plástico) e eles não conseguem "fazer a curva".
    Experimentámos na horta vertical no Botânico e resulta! :-)
    Tudo de bom para a vossa horta familiar e bom fim-de-semana coleguinha! ;-)

    ResponderEliminar
  4. Emília, cá em Portugal isso volta e meia também acontece mas, infelizmente, não é norma.
    Já vi decorações de Natal fabulosas nas rotundas de Viseu feitas com pacotes de leite e afins e, mesmo aqui em Coimbra, lembro-me vagamente d'alguma coisa com garrafas de plástico.
    Regra geral são trabalhos de escolas, que os miúdos fazem para mostrar aos adultos como se pode reduzir o "lixo" e aproveitar coisas improváveis para fazer arte. Só espero que não o esqueçam quando crescerem!

    Quanto a dar ideias aí aos artesãos de Famalicão: acho muito bem!
    O "artesanato urbano" (como chamam a arte feita com "lixo") está em grande e é muito bom que, além de se diminuir o que não se usa, se possa dar asas à imaginação e ainda fazer uns trocos com isso - ou, pelo menos poupar no preço dumas cortinas novas! :-)

    Muito obrigada pela visita Emília, e muito bom fim-de-semana.

    ResponderEliminar