28 de outubro de 2013

Transportes - partilha de automóvel

Viajar de transportes públicos é a opção mais sustentável quando se trata de distâncias consideráveis. Mas nem sempre é possível, e viajar só no automóvel além de caro (cada vez mais) é ambientalmente desaconselhável. 

Imagem obtida aqui
Recebi há tempos, por e-mail, a divulgação de uma plataforma na internet destinada à partilha de automóvel. Depois de uma pesquisa pela internet, encontrei o seguinte texto:

«Carpooling
O conceito de carpooling ou car-sharing é simples: partilhar o carro nas deslocações diárias ou pontuais com outros colegas e pessoas, i.e., ir ou dar “boleia” partilhando os custos.
Desta forma é possível partilhar os custos e mesmo a condução, poupando dinheiro, reduzindo o impacto ambiental ao reduzir o tráfego e as emissões poluentes.
A partilha da viatura aumenta também a convivência entre os colegas assim como reduz o stress de conduzir todos os dias.»

O texto é do site Eficiência Energética, onde pode saber muito mais sobre este modo de viajar (vale a pena ler o artigo todo).
Imagem obtida aqui

Encontrei também os seguintes sites portugueses destinados ao "carpooling":
Bem como mais alguns sites não portugueses mas que "operam" em Portugal (por exemplo, o Carpoolworld e o Roadsharing).

E ainda um blogue dedicado ao tema "Car Sharing Portugal". Segundo este blogue, a diferença entre os termos Carsharing e Carpooling é a seguinte:

"Car Sharing = utilização de um carro por curtos períodos de tempo, mediante o pagamento de acordo com um determinado tarifário.
 Car Pooling = quando várias pessoas se juntam para partilhar o mesmo carro num trajecto, i.e., de casa para o trabalho ou numa viagem."

Se conhece estes sistemas e tem alguma opinião positiva ou negativa sobre o assunto, agradeço o seu comentário. Bem como dos outros leitores, certamente.

(Mensagem semelhante á publicada no blogue Sustentabilidade é Acção em 28/12/2013)

1 comentário:

  1. Muito bom! :-)
    É importante que cada vez mais surjam alternativas destas, bem como o crescente uso da bicicleta ter levado a alterações no código da estrada.
    São coisas como estas que me dão esperança! :-)
    Obrogada pela partilha chefa! :-)
    Beijinhos e boa semana!

    ResponderEliminar