26 de abril de 2013

Semear e Germinar

Já tem bastantes sementes, seja porque as recolheu ou porque as trocou/recebeu num Encontro de Sementes como este, e quer saber o que fazer com elas?

Aqui vão algumas sugestões:

SEMEAR
1. Prepare um recipiente pequeno (copo de iogurte, etc.), furando o seu fundo para garantir uma boa drenagem da água da rega;

 
2. Segure o copo na palma da sua mão e, com atenção para que não saia pelo fundo, coloque uma mistura de terra e composto [se tiver do que resulta da compostagem dos seus próprios resíduos orgânicos, melhor ainda! :-) ] quase até ao topo do copo - inicialmente pressione um pouco a terra, pois a compactação diminui a perda de solo pelo buraco de drenagem, mas depois deixe-a bem solta, para que as sementes tenham por onde lançar as suas raízes e germinar;




3. Com um dedo, faça buracos na terra e lá coloque as sementes - se forem grandinhas, coloque apenas uma em cada buraco, não ultrapassando 5 por copo no total e, se forem pequeninas, coloque 3-5 em cada buraco, num total de 5 buracos por copo, de modo a que elas tenham espaço para crescer;

 


4. Cubra as sementes levemente com um pouco da mistura de terra e composto, regue com um pouco de água, sem levantar muito solo e sem o compactar, e coloque o copo num local iluminado, mas não demasiado quente ou frio;

5. Regue gentilmente todos os dias de modo a manter o solo mole para que a semente possa germinar e despontar. Quando começarem a surgir plantas, evite derrubá-las com a água da rega;



 6. Depois pode transplantá-las para um vaso ou directamente para um jardim. 


Para TRANSPLANTAR para um vaso:
- encha o vaso com uma mistura de terra e composto- abra um buraco do tamanho do copo de iogurte; 
- com a terra seca, vire o copo de iogurte ao contrário e, gentilmente, empurre a terra pelo orifício no fundo do copo com o dedo, amparando o torrão de terra com cuidado para não danificar a(s) planta(s);
- coloque o torrão no buraco, calcando ligeiramente a terra em redor; 
regue diariamente e veja-a(s) crescer!




GERMINAR

Pode optar por consumir as sementes germinando-as, isto é, fazendo-as despontar e ingerindo os rebentos. Isto torna-as de muito mais fácil digestão e óptimas para colocar em saladas.

Aprenda aqui mais sobre isso e não se esqueça: apesar de existirem frascos próprios para o efeito, pode (re)utilizar um frasco de vidro de boca larga que tenha em casa e colocar-lhe uma simples rede por cima! ;-)

Imagem retirada daqui

4 comentários:

  1. Boas dicas, Sónia!

    Aqui em casa fazemos os iogurtes, e poucos se compram.
    Melhor ainda é usar o cilindro de cartão do rolo de papel higiénico, (basta dar 4 cortes verticais de cerca de 1.5 cm na parte de baixo e dobrar encaixando para fazer o fundo).
    Leva menos sementes, mas depois as plantas são transplantadas direto, apenas abrindo o fundo para deixar as raízes crescer. O cartão acaba por se decompor. Vou transplantar as primeiras em breve nesse sistema. Depois digo como correu.

    Até breve, parceira :)

    ResponderEliminar
  2. Manuela, essa dos rolos não conhecia até ver os DROPS [http://dropscoimbra.blogspot.pt/2013/04/projeto-drops-inauguracao.html] - fica muito fixe e realmente aproveita-se tudo! :-)
    Fico à espera de saber como correu! ;-)

    Cá por casa temos bastantes destes armazenados, da época em que não havia iogurteira e em que levávamos disto em todas as saídas com os miúdos, por isso há que não desperdiçar os recursos! :-)

    Beijinhos e boa semana! :-D

    ResponderEliminar
  3. Olá Sónia

    Só agora reparei que os desenhos são teus ;) Parabéns, estão muito bem e perfeitamente explicativos :)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! :-D
      É a veia artística (que tu já bem conheces) a querer crescer! :-D

      Eliminar